quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Resposta de Deus para o sofrimento

Sempre que a data do meu aniversário se aproxima, me lembro da madrugada de 01/03/2006 em que eu completava 25 anos. Começou ali, um tempo árido, pausado, permeado de profundo desespero e tristeza na alma. Algumas noites sem dormir, outras, com pesadelos e nenhum descanso ao fechar os olhos. Dias sem comer, calafrios e febres.
Enfim, a impressão de que essa dor, não cessaria mais. Um som de morte soava 24 horas por dia contra a minha paz. Dentro de mim, gritava a confusão do luto e da loucura ao mesmo tempo e o que eu mais desejava era um lugar de descanso ou pelo menos 1 minuto dessa paz que me foi roubada. Foram quase 3  anos, longos anos em que, os ‘por ques’ assolavam minha mente, e sem respostas eu repetia dia após dia como se fosse uma canção: ‘Ao medo, ao frio, às dores, sobreviverei! Não perderei a fé e não deixarei de confiar no meu Deus.’


Houve muitos sofrimentos, antes e depois desse e sei que virão muitos ainda. Sei que, não raro, isso ocorre com você. O ente querido que morreu, um amigo que se foi, laços desfeitos, escolhas erradas que trazem consequências amargas, desemprego, doenças, filhos mergulhados nas drogas e por aí vai. Fato é que, com o pecado de Adão e Eva, fomos condenados à dor. E aqui entra a nossa relação com o sofrimento, que faz parte da nossa vida desde que nascemos. Nem a conversão nos blinda desse sofrimento, pois a fé, não é poder interior capaz de fazer todos os acontecimentos se enquadrarem de modo que façam o cristão feliz. Ela não é uma fórmula pela qual o crente tem garantia de que sua vida estará em harmonia com a idéia que ele faz de como ela deveria ser. Cristãos se esgotam diariamente porque esperam coisas da parte de Deus que o evangelho não promete.

Talvez, a única resposta para o seu sofrimento, seja: ‘É a vida’. Deus, por alguma razão que só Ele sabe, assiste ao sofrimento, como diz em Salmos 44, vs 24: “Por que escondes Teu rosto, e Te esqueces de nossa aflição?” Deus parece não ouvir a nossa oração. Não vem ao nosso socorro e não faz cessar a dor. Ele se esqueceu?  A resposta muitas vezes, não nos ocorre. São aflições do tempo presente. Não há como atravessar a vida sem passar por elas. Quando você se converte , a salvação não vem de forma diferenciada ou de categoria ‘Plus’ pra você. Todos somos iguais e a pergunta não seria ‘por que comigo?’ mas ‘Por que não comigo?’ Você pode fazer tudo certinho e dar tudo errado. Querido e querida, é a vida. Deus não nos trata na virtude de fazermos tudo correto. Nós erramos e as intenções de Deus em relação a nós não são condicionadas ao nosso desempenho. Ele tem intenções de amor a nosso respeito. O Senso de que Deus nos abandonou é um sofrimento a mais.  Jesus disse que no mundo teríamos aflições. Nós sofremos, mas é a vida.

Ninguém deseja o sofrimento e nem o busca. Eu não busquei. Estava feliz, afinal, era o dia do  aniversário e sempre me alegrei com a data em que Deus escolheu pra eu nascer. Estava deitada, lendo um bom livro e literalmente, minutos depois, estava nos braços no meu esposo, completamente em pânico. Durante todo o tempo, não obtive respostas. Hoje eu sei que o sofrimento faz parte da vida e que algumas vezes vamos nos relacionar com ele. Mas, a maior verdade que aprendi é que o Senhor é o nosso pastor e nada nos faltará.  Ele nos faz descansar em verdes pastos. Conforta a nossa alma. Ele atravessa junto, mesmo no vale da sombra da morte o Senhor está conosco. A flor que perfuma o nosso deserto. Nada se compara,  nada pode superar, Ele  é a mão que nos ergue, colo que nos carrega, nada é maior que o amor de Deus.

Deus não disse que você não passaria pelo fogo. Ele disse pra você não temer, porque as chamas não arderão em ti. Ele é contigo, não te assombres. O Senhor te fortalece e te ajuda. Te sustenta com a Sua destra de justiça. Não choramos em vão, temos um Consolador e Jesus nos chama de bem-aventurados, por isso. O choro pode durar uma, duas, três noites ou três anos, mas amanhece de novo e de novo e de novo.
O Nosso consolo é que chegará o dia em que o Senhor enxugará dos nossos olhos toda a lágrima. Considere que só no céu não haverá mais sofrimento e que as aflições do tempo presente não são comparáveis com a glória vindoura que há de manifestar entre nós.
Encontrei  socorro no piscar dos meus olhos e a minha paz ouviu o som da voz de Deus. 

Ao medo, ao frio , às dores, SOBREVIVI!

É a vida e o Senhor é conosco.

A Graça seja com vocês.

 

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seguidores

Siga-me por Email

  ©BLOG DO PAULO - Todos os direitos reservados.

Template by Vidas Digitais | Topo