segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Discutir a relação. Será que resolve?


 Elas sempre gostaram de se expressar.Contar tudo o que estão sentindo. Dividir, compartilhar.
Quando as coisas não estão bem no relacionamento, principalmente as mulheres, querem sentar com o parceiro para discutir a relação.

A conversa que para elas é um desabafo, para eles é algo insuportável e ameaçador.
Afinal, será que resolve discutir o relacionamento? Como deve ser essa conversa?
Veja algumas dicas da psicóloga Thais Souza:
- Tente não transformar a conversa em um grande acontecimento. Uma reunião programada pode gerar certa ansiedade e deixar o outro na defensiva. Procure não marcar e fazer da forma mais natural possível.
- Tente resolver um problema de cada vez e de preferência logo que eles surgirem.
- Fale sobre suas necessidades. Só assim o outro poderá entender o que você está sentindo. Aproveite para perguntar quais são as necessidades de seu par dentro do relacionamento. De que você está sentindo falta no relacionamento? Tempo, espaço, carinho?

- Esclareça mal-entendidos. Coloque de forma clara suas ideias e intenções.
- Procure não conversar em momentos em que ambos estejam muito apressados ou correndo. Normalmente o assunto irá ficar em aberto e assim surgirão mais desentendimentos.
- Não discuta a relação quando ambos estiverem cansados. Quando estamos cansados nossa capacidade de resolver os problemas costuma ser baixa devido a intolerância causada pela indisposição.
- Se você é mulher e fala muito, aprenda a falar menos e de forma mais prática sobre o que está acontecendo. Não de muitas voltas e evite detalhes. Assim fica mais fácil de os homens prestarem atenção.
- Se você é homem e fala pouco, exercite um pouco mais a conversa e sempre dê sua opinião sobre o que está percebendo no relacionamento. Nada de silêncio.  Geralmente para as mulheres o silencio é sinônimo de indiferença.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seguidores

Siga-me por Email

  ©BLOG DO PAULO - Todos os direitos reservados.

Template by Vidas Digitais | Topo