terça-feira, 24 de janeiro de 2012

UMA CADEIRA PRA SENTAR


Nem todo mundo teve a chance de se realizar ao sentar numa Cadeira e dizer: ESTA CADEIRA É A MINHA CADEIRA. Muitos sonham, outros ainda nem pensam nisso, e outros já pensam cedo demais.
Eu lembro que eu com apenas 5 ou 6 anos, já gostava de sentar no mesmo lugar do canto da mesa, a cadeira do canto.
A cadeira ao lado do motorista, ocupada por minha mãe, era um sonho, quando ela não estava, eu pulava primeiro pra sentar na cadeira ao lado do meu pai o motorista.
Minha filha de apenas 10 anos, parecia esperar por 9 anos sentar nesta mesma cadeira, foi na gravidez do meu segundo filho, que precisei levar ela na escola durante o oitavo a nono mês que minha esposa já não podia dirigir que notei o sonho dela se realizando. Ela não parava de falar e notar detalhes do painel do carro até chegar na escola.
Trabalhei na rua, dei aulas particulares de piano de casa em casa montado numa bike, imagino quantos trabalhos diferentes existem por aí onde você sai de casa, volta e não tem a sua Cadeira pra sentar e trabalhar.
Enquanto isso, muitas Cadeiras são ocupadas por pessoas com poderes realmente Poderosos.
Imagine o Cara que está sentado na Cadeira e dá a ordem: Pode derrubar as casas...e não vai ficar nenhuma cadeira em pé..
A Cadeira pode estar ocupada por alguém que passa o dia inteiro subindo e descendo o elevador e perguntando: Qual andar? E no máximo seu texto se resume em Bom dia, Boa tarde, Sobe ou desce..e está louco pra ir pra casa, talvez nem pra se sentar mais numa cadeira e descansar.
Tem a cadeira do aluno, todo dia na mesma cadeira e na fonte de aprendizado pra ter uma cadeira no futuro.
A Cadeira do Juiz que determinará o futuro de alguém, que sentado na cadeira de réu, pode ficar fora de uma cadeira pra sempre.
A cadeira de um político, que ganha pra fazer as pessoas sonharem com cadeiras, mas somente seus amigos e familiares recebem as melhores cadeiras.
A Cadeira do Restaurante que se ninguém sentar, logo ela não servirá pra mais nada.
A cadeira de balanço que conhece a mais nova criança e a mais experiente vovó.
A cadeira dos que foram obrigados a viverem nelas pra sempre, as cadeiras de rodas.
A cadeira do ônibus, do avião, do navio, que tem o importante e simples papel de te levar e te trazer pra todos os lugares que você decide ir.
A cadeira de um teatro, de um circo, de um cinema, feitas pra você sentar e se divertir, se emocionar e até mesmo aplaudir em pé o que você contemplou quando estava sentado.
A cadeira de um hospital, essa cadeira é uma das piores que já sentei, você se senta pra ser mau atendido mesmo pagando todo mês pelo serviço. Você depois senta em outra cadeira pra ser entrevistado pelo médico, e depois vem a cadeira dos exames.
Aquela é a cadeira que você vê o quão perto de nada um doente pode estar. Nas mãos de anotações médicas, muitos papeis misturados, pessoas estressadas com a agunia do trabalho, onde dividem 2 cadeiras pra 10 funcionários enfermeiros tomarem decisões e ouvir pessoas gemendo ou reclamando de atendimento. Você doente numa cadeira espera que nada dê errado, que tudo que aconteça seja realmente a cura pra você se levantar daquela cadeira e ter forças pra continuar a vida, e sentar nas outras milhões de cadeiras e oportunidades que a vida tem ainda pra te oferecer.
Sei que ainda teria muitas cadeiras importantes pra citar, mas deixei a melhor cadeira pro final. Passei pela cadeira do hospital essa semana, e não estou revoltado, apenas refleti sobre as cadeiras da vida, e enquanto sentado estava, imaginei uma cadeira diferente.
A Cadeira de Deus. Imagine o que é ver tudo isso de lá de cima. Não consigo imaginar com meus olhos e pensamentos que Deus consiga ficar sentado numa cadeira e tomando decisões, ou aguardando nós tomarmos decisões acertadas ou erradas. Mas mesmo não conseguindo imaginar esse procedimento impossível aos meus olhos, eu consegui sentir uma coisa. Nas mãos de um médico sentado em uma cadeira, ou de um enfermeiro que no seu plantão nem consegue sentar por 10 minutos existe um Deus, que não está numa cadeira simples, mas num Trono, e o que é melhor, do alto, de onde vê tudo e não deixa nunca você sozinho em nenhuma cadeira.
E mesmo que você não esteja nem em uma cadeira, a cadeira do seu sonho, ou perdeu a sua cadeira, ou está na cadeira errada, Ele continua lá sentado em Seu Trono, e nunca, nunca vai te deixar sozinho.
E ai? Essa cadeira que você está sentado lendo você mereceu?

Agradeça a Deus por ter UMA CADEIRA PRA SENTAR.
Klayfe Rohden

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seguidores

Siga-me por Email

  ©BLOG DO PAULO - Todos os direitos reservados.

Template by Vidas Digitais | Topo