segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Em dias de aflição

Quando a tempestade da vida fere a alma;
quando a saraivada de injustiça desce sobre nós para esmagar a confiança nos companheiros de viagem para o Céu;
quando as torrentes da dúvida são derramadas para nos oprimir o coração;

quando a enchente da adversidade transborda para nos submergir no desânimo, é então que devemos estar ancorados na Rocha Eterna, a fim de não sermos arremessados contra os recifes traiçoeiros, despedaçando-nos no abismo do desespero.
Tempos de crise virão para cada sincero filho de Deus.
Amigos darão as costas para nós e nos abandonarão.
Atos injustos serão praticados contra nós. Iniquidades porão à prova nossa fé.
Nessas horas de severa provação, jamais devemos perder de vista o abençoado fato de
que estamos servindo a Deus e não a homens.
Nossa prestação de contas pertence Àquele que conhece as sinceras intenções do
coração quebrantado e oprimido. Ele compreende nossos problemas e perplexidades.
Lê os motivos e aceita nosso trabalho e sacrifício. Seu sorriso de aprovação descansa
sobre nossa devoção. Os que nos louvam hoje, amanhã nos condenarão. Devemos viver acima
da mera eleição dos homens.
Homens, e mesmo homens frequentadores de igreja, às vezes cometem erros, porém Deus, jamais!
Ele vindicará o direito. Deves cuidar para que Seu sorriso de aprovação repouse sobre ti, e
deixar que os homens se enfureçam contra ti. Enquanto estiveres em comunhão com Deus,
bem perto do Amigo maior, nada tens a temer.
(Escrito por Leroy Edwin Froom)

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seguidores

Siga-me por Email

  ©BLOG DO PAULO - Todos os direitos reservados.

Template by Vidas Digitais | Topo